Pular para o conteúdo principal

MASTURBAÇÃO INFANTIL : COMO AGIR QUANDO SEU FILHO COMEÇA A SE TOCAR ?


Resultado de imagem para Masturbação infantil


Masturbação infantil: como agir quando seu filho começa a se tocar?

O comportamento não deve ser reprimido e muito menos motivo para castigos.

Apesar do termo ser o mesmo ao aplicado aos adultos, a masturbação na infância não tem a ver com prazer sexual nem com orgasmos, mas como forma de descoberta e exploração do próprio corpo. Como ela não entende o significado do ato, ela muitas vezes faz em locais públicos, como na escola, ou em frente aos pais. Quando isso acontece, os pais não devem repreendê-la, como se ela estivesse fazendo algo errado, mas dialogar e explicar de forma coerente com a idade da criança, tomando muito cuidado para não reforçar estereótipos, como o de que meninas são puras e não podem fazer isso enquanto meninos devem reforçar sua sexualidade.

"Os pais podem orientar que esse tipo de toque é algo íntimo e dizer que ela pode tocar o próprio corpo, sim, mas em ambientes e momentos adequados”, orienta Maíra. Este assunto já pode ser explicado a partir dos quatro anos. A criança precisa entender que não deve se tocar desta forma em ambientes públicos, pois é uma coisa íntima, apenas dela. Os pais precisam ter paciência, pois nem sempre elas irão compreender rapidamente as noções de ambiente público e privado. “A repetição das explicações com tranquilidade ajuda neste processo de aprendizagem”, diz Maíra.

Como a masturbação infantil faz parte do processo de desenvolvimento da criança, os pais devem abordá-lo com naturalidade e quebrar o tabu de que a sexualidade não pode ser discutida dentro de casa. Quando a masturbação acontece de forma excessiva e a criança demonstra ansiedade ou angústia, ou deixa de fazer atividades prazerosas para se tocar, os pais precisam dar mais atenção. “Com acolhimento e sem adotar posturas repressoras, podem observar questões como: em quais momentos a masturbação acontece? A criança está se sentindo pressionada por alguma situação? Como está sua socialização?”, aconselha Maíra.

Caso a criança chegue em casa comentando que tocou em um coleguinha da escola, é preciso explicar a noção de consenso e a importância disso. "Mesmo quando eu quero fazer um carinho, preciso ver se a outra pessoa quer aquele carinho naquela hora e daquele jeito”, orienta a especialista. Ela deve ser informada de que deve, sempre, informar os pais se alguém tocar o corpo dela sem consentimento, para evitar que ela seja tocada de forma abusiva por um adulto.

Fonte:https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/392893/masturbacao-infantil-como-agirquando-seu-filho-comeca-a-se-tocar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TABELA MONTESSORI : DESCUBRA QUAIS TAREFAS QUE SEU FILHO PODE FAZER SOZINHO E EM QUE IDADE

A Tabela Montessori: descubra quais as tarefas que seu filho pode fazer sozinho e em que idade
Todos nós queremos que os nossos filhos se tornem adultos responsáveis e educados. No entanto,a maioria dos pais passa o dia a limpar a bagunça de suas crianças.Se elas não forem ensinadas desde muito cedo a ajudar nas tarefas, dificilmente o farão quando crescerem. Maria Montessori foi uma das grandes pedagogas do século XX. Ainda hoje muitos pais seguem suas ideias para educar com sucesso as crianças usando a lógica, o bom senso e a calma. Assim, os filhos conseguem desenvolver uma personalidade harmoniosa e equilibrada. Para conseguir isso, a escola Montessori criou uma tabela de tarefas de acordo com a idade de cada criança. A maioria são afazeres domésticos. O cumprimento destas tarefas irá ajudar os mais pequenos a desenvolver o seu pragmatismo, habilidades motoras e experiência sensorial, fazendo-os sentir úteis e importantes.
Fonte:http://blogsupermae.com/a-tabela-montessori-descubra-quai…

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA : COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA: COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO
PORAna Carolina Leonardi Com mais de 60 anos de duração, estudo ainda ajuda a entender como seres humanos se adaptam a situações adversas. Praticamente toda a criança que nasceu na ilha de Kauai, no Havaí, no ano de 1955, já ouviu falar nas psicólogas Emmy Werner e Ruth Smith. As duas acompanharam quase 700 bebês para entender como a infância molda a vida adulta das pessoas. Mais de 60 anos depois, o estudo continua – e ainda dá pistas de como as crianças com infâncias de “alto risco” são capazes de se tornar adultos emocionalmente equilibrados e realizados Os bebês havaianos dos anos 50 foram divididos em dois grupos. Aqueles que estavam no primeiro tinham condições favoráveis de desenvolvimento, como uma família estruturada e amorosa e estabilidade financeira. No outro grupo, estavam as crianças de famílias muito pobres, cujas mães passaram por estresses perto da data do parto. Doenças na família,…

BENEFÍCIOS DO BANHO COM OS PAIS DESDE OS PRIMEIROS MESES DE VIDA

Benefícios do banho com os pais desde os primeiros meses de vida No último mês, a apresentadora Bela Gil postou uma imagem em seu perfil do Instagram em que aparece no chuveiro com seu filho Nino, então com 4 meses de vida. A foto abriu espaço para discussão, pois muitos seguidores se perguntaram se o método seria seguro.
O questionamento não é à toa, já que os primeiros banhos do bebê podem ser muito desafiadores para as mamães de primeira viagem. É tanta coisa para fazer ao mesmo tempo e um corpinho tão frágil para segurar que esse processo pode mesmo dar medo no início. Mas, então, se o tradicional momento na banheira já demanda tanto cuidado, e o banho no chuveiro, com água corrente e o corpo do bebê colado ao do pai ou da mãe, assim como Bela Gil fez com seu pequeno?
“A própria imaturidade neurológica e a pouca força muscular dificultam o processo, pois o bebê não se sustenta e não é capaz de segurar a própria cabeça. Os pais, portanto, além de higienizá-lo, vão precisar sustentar …