Pular para o conteúdo principal

5 TRAUMAS INFANTIS QUE PERSISTEM NA VIDA ADULTA

5 traumas infantis que persistem na vida adulta: Esses problemas vividos na infância deixam cicatrizes tão profundas que acabam influenciando nossa maneira de lidar com os filhos e as demais pessoas

© iStock Esses problemas vividos na infância deixam cicatrizes tão profundas que acabam influenciando nossa maneira de lidar com os filhos e as demais pessoas

5 traumas infantis que persistem na vida adulta 


A infância é um período crucial no desenvolvimento infantil, no qual se molda a personalidade. Muitos traumas vividos nessa fase persistem na vida adulta, e só podem ser resolvidos quando tratados por profissionais qualificados. Esses problemas vividos na infância deixam cicatrizes tão profundas que acabam influenciando nossa maneira de lidar com os filhos e as demais pessoas.

O site Psiconlinews listou cinco dos maiores traumas infantis:

1. Medo do Abandono
A solidão é o pior inimigo de quem foi abandonado ou negligenciado na infância. Quem sofreu este problema quando criança precisa trabalhar o medo da solidão.
2. Medo da rejeição
Esta é uma das feridas mais profundas, pois implica no medo de não sermos aceitos como somos. Ele pode aparecer por vários fatores, como a rejeição dos pais, da família, dos colegas na escola e até mesmo da auto-rejeição. 
3. Medo da Humilhação
Esta mágoa ocorre por sentirmos que não somos aprovados ou somos criticados. Pais podem gerar esse trauma na criança quando dizem que eles são maus, estúpidos ou quando comparam os filhos a outras crianças, algo que destrói sua auto-estima. Como mecanismo de defesa, a criança pode aprender a ser "tirana" e "egoísta", humilhando outras pessoas.
4. Medo de confiar
Quando a criança se sente traída por um dos pais, pelo descumprimento de promessas, por exemplo, isso gera uma desconfiança que pode ser transformada em sentimentos negativos por não se sentirem merecedoras do que foi prometido. A criança pode se tornar um adulto controlador.
5. Medo da injustiça
Quando os cuidadores são frios e autoritários, o medo da injustiça se torna uma ferida emocional. Com isso, as crianças se tornam adultos rígidos, obcecados pela ordem e perfeccionismo, bem como a incapacidade de tomar decisões com confiança.

Fonte:http://www.msn.com/pt-br/estilo-de-vida/comportamento/5-traumas-infantis-que-persistem-na-vida-adulta/ar-BBBynoz?li=AAggv0u

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TABELA MONTESSORI : DESCUBRA QUAIS TAREFAS QUE SEU FILHO PODE FAZER SOZINHO E EM QUE IDADE

A Tabela Montessori: descubra quais as tarefas que seu filho pode fazer sozinho e em que idade
Todos nós queremos que os nossos filhos se tornem adultos responsáveis e educados. No entanto,a maioria dos pais passa o dia a limpar a bagunça de suas crianças.Se elas não forem ensinadas desde muito cedo a ajudar nas tarefas, dificilmente o farão quando crescerem. Maria Montessori foi uma das grandes pedagogas do século XX. Ainda hoje muitos pais seguem suas ideias para educar com sucesso as crianças usando a lógica, o bom senso e a calma. Assim, os filhos conseguem desenvolver uma personalidade harmoniosa e equilibrada. Para conseguir isso, a escola Montessori criou uma tabela de tarefas de acordo com a idade de cada criança. A maioria são afazeres domésticos. O cumprimento destas tarefas irá ajudar os mais pequenos a desenvolver o seu pragmatismo, habilidades motoras e experiência sensorial, fazendo-os sentir úteis e importantes.
Fonte:http://blogsupermae.com/a-tabela-montessori-descubra-quai…

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA : COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA: COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO
PORAna Carolina Leonardi Com mais de 60 anos de duração, estudo ainda ajuda a entender como seres humanos se adaptam a situações adversas. Praticamente toda a criança que nasceu na ilha de Kauai, no Havaí, no ano de 1955, já ouviu falar nas psicólogas Emmy Werner e Ruth Smith. As duas acompanharam quase 700 bebês para entender como a infância molda a vida adulta das pessoas. Mais de 60 anos depois, o estudo continua – e ainda dá pistas de como as crianças com infâncias de “alto risco” são capazes de se tornar adultos emocionalmente equilibrados e realizados Os bebês havaianos dos anos 50 foram divididos em dois grupos. Aqueles que estavam no primeiro tinham condições favoráveis de desenvolvimento, como uma família estruturada e amorosa e estabilidade financeira. No outro grupo, estavam as crianças de famílias muito pobres, cujas mães passaram por estresses perto da data do parto. Doenças na família,…

BENEFÍCIOS DO BANHO COM OS PAIS DESDE OS PRIMEIROS MESES DE VIDA

Benefícios do banho com os pais desde os primeiros meses de vida No último mês, a apresentadora Bela Gil postou uma imagem em seu perfil do Instagram em que aparece no chuveiro com seu filho Nino, então com 4 meses de vida. A foto abriu espaço para discussão, pois muitos seguidores se perguntaram se o método seria seguro.
O questionamento não é à toa, já que os primeiros banhos do bebê podem ser muito desafiadores para as mamães de primeira viagem. É tanta coisa para fazer ao mesmo tempo e um corpinho tão frágil para segurar que esse processo pode mesmo dar medo no início. Mas, então, se o tradicional momento na banheira já demanda tanto cuidado, e o banho no chuveiro, com água corrente e o corpo do bebê colado ao do pai ou da mãe, assim como Bela Gil fez com seu pequeno?
“A própria imaturidade neurológica e a pouca força muscular dificultam o processo, pois o bebê não se sustenta e não é capaz de segurar a própria cabeça. Os pais, portanto, além de higienizá-lo, vão precisar sustentar …