Pular para o conteúdo principal

CRIAR E BRINCAR : GAMIFICAÇÃO E OS PADAWANS

Gamificação e os Padawans


CRIAR E BRINCAR

Gamificação e os Padawans

Por Jorge Freire Jr. 

Você sabia que a gamificação está presente logo nos primeiros anos de vida do seu filho?

Os Jovens Padawans aprendem muitas coisas brincando e se divertindo. A coordenação motora é desenvolvida através de brincadeiras, bem como a descoberta das cores e formas dos objetos. Ou seja, eles são educados através da diversão!
Vamos imaginar que você precisa motivar a coordenação motora dos seus Padawans. O que seria mais fácil: brinquedos ou algo burocrata e chato? E aí entra a gamificação, ou seja, transformar jogos e brinquedos em aprendizado.
O meu Padawan desde pequeno amava brincar com aquele jogo do martelo – em que é preciso acertar uma peça com o martelo, testando os princípios de ação e reação. E eu me divertia junto, pois a risada que ele soltava quando acertava a peça era demais! Ele gostava tanto que não parava de brincar. Tangencialmente, brincando, o Padawan desenvolveu sua coordenação motora.
O Padawan, para ganhar o jogo, precisa colocar todas as peças dentro da caixa. Aqui ele irá refinar sua coordenação motora, aprender as formas geométricas e ter noção espacial. Isso quer dizer que com um brinquedo ele desenvolve 3 habilidades. E o mais bacana é que ele (e você, claro!) se divertem nesse processo.
Os pais devem incentivar a gamificação e ir aumentado os desafios a medida em que eles crescem. A linha Playskool, da Hasbro, possui vários brinquedos para todas as faixas etárias que irá proporcionar educação através de brincadeiras. Ou seja, a união da brincadeira com aprendizado, que eram antagonistas no passado, em prol da educação!
Porém, muitos vinculam a gamificação com tecnologia. Está errado. Em qualquer brinquedo, jogo, em que se ensina algo brincando, pode ser aplicada a gamificação.
Até massas de modelar são usadas na gamificação! Você pode ensinar o conceito de bolinha grande e bolinha pequena para o seu Jovem Padawan usando essas massas! Viu como é fácil unir diversão e aprendizado?
Gamificação. Guarde bem essa palavra pois ela será o futuro na educação do seu Padawan. E conheça a linha da Playskool, pois é uma grande aliada da gamificação dos seus filhos!

CRIAR E BRINCAR

Montar, empilhar, empurrar, girar, derrubar…. e começar tudo de novo

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Para as crianças entenderem como o mundo funciona, não é preciso muita pirotecnia. Bastam alguns blocos, cubos e liberdade para deixar a imaginação fluir


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TABELA MONTESSORI : DESCUBRA QUAIS TAREFAS QUE SEU FILHO PODE FAZER SOZINHO E EM QUE IDADE

A Tabela Montessori: descubra quais as tarefas que seu filho pode fazer sozinho e em que idade
Todos nós queremos que os nossos filhos se tornem adultos responsáveis e educados. No entanto,a maioria dos pais passa o dia a limpar a bagunça de suas crianças.Se elas não forem ensinadas desde muito cedo a ajudar nas tarefas, dificilmente o farão quando crescerem. Maria Montessori foi uma das grandes pedagogas do século XX. Ainda hoje muitos pais seguem suas ideias para educar com sucesso as crianças usando a lógica, o bom senso e a calma. Assim, os filhos conseguem desenvolver uma personalidade harmoniosa e equilibrada. Para conseguir isso, a escola Montessori criou uma tabela de tarefas de acordo com a idade de cada criança. A maioria são afazeres domésticos. O cumprimento destas tarefas irá ajudar os mais pequenos a desenvolver o seu pragmatismo, habilidades motoras e experiência sensorial, fazendo-os sentir úteis e importantes.
Fonte:http://blogsupermae.com/a-tabela-montessori-descubra-quai…

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA : COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA: COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO
PORAna Carolina Leonardi Com mais de 60 anos de duração, estudo ainda ajuda a entender como seres humanos se adaptam a situações adversas. Praticamente toda a criança que nasceu na ilha de Kauai, no Havaí, no ano de 1955, já ouviu falar nas psicólogas Emmy Werner e Ruth Smith. As duas acompanharam quase 700 bebês para entender como a infância molda a vida adulta das pessoas. Mais de 60 anos depois, o estudo continua – e ainda dá pistas de como as crianças com infâncias de “alto risco” são capazes de se tornar adultos emocionalmente equilibrados e realizados Os bebês havaianos dos anos 50 foram divididos em dois grupos. Aqueles que estavam no primeiro tinham condições favoráveis de desenvolvimento, como uma família estruturada e amorosa e estabilidade financeira. No outro grupo, estavam as crianças de famílias muito pobres, cujas mães passaram por estresses perto da data do parto. Doenças na família,…

NUNCA TIVEMOS UMA GERAÇÃO TÃO TRISTE - AUGUSTO CURY

Nunca Tivemos Uma Geração Tão Triste - AUGUSTO CURY
Augusto Cury, o famoso psiquiatra que tem livros publicados em mais de 70 países e dá palestras para multidões no Brasil e lá fora, lançou recentemente uma versão para crianças e adolescentes  do seu best-seller Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século.

Excesso de estímulos “Estamos assistindo ao assassinato coletivo da infância das crianças e da juventude dos adolescentes no mundo todo. Nós alteramos o ritmo de construção dos pensamentos por meio do excesso de estímulos, sejam presentes a todo momento, seja acesso ilimitado a smartphones, redes sociais, jogos de videogame ou excesso de TV. Eles estão perdendo as habilidades sócio-emocionais mais importantes: se colocar no lugar do outro, pensar antes de agir, expor e não impor as ideias, aprender a arte de agradecer. É preciso ensiná-los a proteger a emoção para que fiquem livres de transtornos psíquicos. Eles necessitam  gerenciar os pensamentos para prevenir a ansiedade. Ter consciê…