Pular para o conteúdo principal

ALEITAMENTO MATERNO - ORIENTAÇÃO ÀS MÃES

ALEITAMENTO MATERNO - ORIENTAÇÃO ÀS MÃES

JULIANA SILVA DE ALMEIDA* e IANÊ NOGUEIRA DO VALE**



AMAMENTAR É UMA QUESTÃO DE 
O leite materno é o alimento ideal para o bebê nos primeiros anos de sua vida . É de grande importância para sua sobrevivência, pois atende todas as necessidades nutricionais, imunólogicas, e psicológicas do recém-nascido.
O aleitamento materno possibilita a formação de uma ligação afetiva entre mãe-filho, através do contato físico, o que facilita a união entre eles. A criança pode começar a mamar logo após o nascimento ainda na sala de parto, só trazendo vantagens para a mãe e recém-nascido.
O leite materno é livre de impurezas, fresco, disponível na temperatura ideal e facilmente digerido pela criança.
Nas primeiras 72 horas após o parto as mamas produzem um leite que é chamado de colostro, é amarelado e grosso, sai em pequenas quantidades. É o que a criança necessita nos primeiros dias de vida, pois contém nutrientes necessários para ela nesta fase. O colostro também é considerado a primeira vacina do bebê, pois contém anticorpos maternos que vão ajudá-lo a não contrair infecções como sarampo, entre outras, que nesta fase seriam fatais para ele. Também é rico em substâncias que favorecem o crescimento, estimulam o desenvolvimento do intestino do bebê, preparando-o para digerir e absorver o leite maduro, e impedem a absorção de proteínas não digeridas. O colostro é laxativo e auxilia a eliminação do mecônio (primeiras fezes do recém-nascido).
Em uma ou duas semanas, o leite aumenta em quantidade e muda sua aparência e composição. Este é o leite maduro que contém todos os nutrientes necessários para a criança crescer. Ele parece mais ralo que o leite de vaca, o que pode levar a pensar que o leite é fraco. Mas esta aparência aguada é normal, por que ele fornece água suficiente para a criança.
A composição do leite maduro muda durante a mamada. No começo, parece acizentado e aguado, sendo rico em proteína, vitaminas, minerais e água. No fim, parece mais branco do que no começo e contém mais gordura, que vai fornecer energia. A criança necessita tanto do leite do começo quanto do final para poder crescer e desenvolver-se bem. É importante deixar que o bebê pare de mamar espontaneamente, pois se interrompermos a amamentação, podemos fazer com que a criança não receba quantidade suficiente do leite energético.
O aleitamento materno deve ser exclusivo, em livre demanda, até os seis meses de vida, pois o leite fornece tudo que a criança precisa neste período. Não é necessário dar água, suco, chá, etc.
Amamentação exclusiva no seio significa que não é necessário dar qualquer tipo de alimento para a criança além do leite materno.
Em livre demanda significa dar o peito ao bebê sempre que ele quiser, sem impor horário às mamadas. Isto deve ocorrer pelo menos nos três primeiros meses, pois ele não tem noção de horário. Entre dois e três meses de vida ele começará a estabelecer os seus propríos horários. Após os seis meses pode começar a dar água, suco, chá, etc...,e a papinha, de forma gradual. E pode amamentar até mais ou menos dois anos de idade.

Por que amamentar ?

O leite materno é fundamental para o desenvolvimento da criança devido a suas propriedades :
  • NUTRICIONAIS
  • Fornece todos os nutrientes que a criança precisa como :
    - proteínas e gorduras, lactose, vitaminas, ferro, água, sais, cálcio, e fosfato, em quantidade suficiente para suprir todas as necessidades do bebê.
  • IMUNOLÓGICAS
  • É a primeira vacina do bebê, pois fornece anticorpos, protegendo contra muitas doenças. A criança que está sendo amamentada têm menos diarréia, infecção respiratória e de ouvido. E se a criança estiver sendo amamentada durante uma infecção, ela deve ter uma recuperação mais rápida. O leite materno continua ajudando a evitar doenças e facilita a recuperação durante o 2o e 3o ano de vida. Protege também o bebê contra problemas alérgicos.
  • PSICOLÓGICOS
  • Fortalece o laços afetivos entre a mãe e o filho, que vêm sendo formados durante a gestação, fazendo com que o bebê se sinta mais seguro e amado, crescendo mais tranqüilo.
  • OUTRAS VANTAGENS
    1. É econômico e prático, por que já vem pronto, na temperatura ideal, é de graça e não estraga.
    2. É um método natural de anticoncepção (evitar filhos). A mulher deve estar amamentando a livre demanda e só é eficaz quando ela ainda não menstruou e encontra-se dentro dos primeiros seis meses após o parto.
    3. Ajuda a mãe a voltar ao peso anterior.
    4. Diminui o tempo de sangramento após o parto e faz o útero voltar mais rápido ao tamanho normal.
    5. Pode reduzir a chance de câncer de ovário e de mama.
    6. Facilita a eliminação de mecônio (primeiras fezes da criança) e protege contra constipação (intestino "preso").

 PREPARAÇÃO DA MAMA PARA AMAMENTAÇÃO 

  • Durante as consultas de pré-natal, lembre seu o médico ou enfermeira de examinar as suas mamas
  • Usar sutiã de alças firmes e largas, de preferência de algodão, que promova boa sustentação, que deve ser usado permanentemente (inclusive a noite).
  • Tomar banho de sol pela manhã (até às 10h) ou à tarde (após às 16h) por um período de 5 a 10 minutos diários sempre que possível . E deve continuar durante a amamentação, principalmente nos primeiros dias após o parto, para evitar rachaduras e feridas no bico do seio.
  • Fazer massagem no bico do seio, principalmente se tiver o bico invertido. A massagem é a seguinte: segure o seio com a palma das mãos, uma mão de cada lado, puxe as mãos para frente fazendo uma leve pressão, como se fosse uma ordenha. Repita esta operação, pelo menos, 5 vezes. Depois, faça o mesmo segurando com uma mão em cima e outra em baixo do seio. Faça o mesmo no outro seio.
  • Outro exercício para fortalecer o bico é o seguinte: com os dois polegares sobre a aréola, puxe levemente para os lados e para cima e para baixo. Depois puxe o bico levemente, fazendo movimentos giratórios (como se estivesse girando um botão).
  • Caso o bico do seu seio seja plano, use sutiã de alças largas com oríficio central e faça os exercícios descritos acima;
  • Evitar usar sabão, creme, ou pomadas nos mamilos.
 COMO POSICIONAR O BEBÊ NO PEITO 
  1. Antes de dar o peito, esvaziar a areóla, para amolecer o bico e aréola para que eles fiquem flexíveis e facilite a saída do leite.
  2. Deixar que a criança pegue o peito. Você, mãe, pode orientá-la colocando o bico na bochecha da criança para estimular a busca, mas nunca colocar o bico na boca dela.
  3. Para tornar a mama mais firme, se desejar, você pode pressioná-la contra a parede torácica, segurando-a com a mão oposta (mama direita-mão esquerda), colocando por baixo os quatro dedos juntos, incluindo o indicador, e o polegar por cima da aréola (pega em C ou pega palmar).
  4. Esperar que o bebê abra bem a boca e movê-la em direção à mama, de baixo para cima, para facilitar uma pega correta, especialmente se a mama for grande.
  5. Não há necessidade de afastar a mama do nariz do bebê, pois ele aprende a fazer isto.
  6. Fazer com que o bebê abocanhe a maior parte da areóla para sugar mais leite evitar rachaduras e feridas.

POSIÇÃO DA MÃE

Existem várias posições para dar de mamar :
  • DEITADA
  • Deitar-se de lado, apoiado a cabeça e as costas no travesseiro para ficar mais a vontade. Com o braço, apoiar o ombro do bebê e com a outra mão, aproximar o bico do seio da boca do bebê. Deixar que ele próprio pegue o peito. Você pode também dar de mamar recostada na cama.
  • SENTADA
  • Cruzar as pernas ou usar travesseiros sobre as coxas ou ainda colocar os pés sobre um banco ou uma lista telefônica, para que o bebê fique apoiado e não canse os seus braços com seu peso.

QUANDO DAR O PEITO

  • LOGO APÓS O PARTO: estimula a produção do leite.
  • Toda vez que a criança quiser, de dia ou de noite (livre demanda)e, tenha "paciência"!...
  • Em cada mamada oferecer um seio e depois, o outro se o bebê quiser, isto vai estimular a produção de leite.
  • Deixar o bebê sugar o peito o tempo que ele quiser.
  • Na mamada seguinte, dar o peito em que o bebê terminou a mamada anterior.

COMO TERMINAR A MAMADA

  • Deixe que bebê solte o peito sozinho, que é sinal que ele está satisfeito. Se a criança não soltar o peito espontaneamente, você, mãe, pode colocar a ponta do dedo mínimo no canto da boca dele, para romper o vácuo, para soltar o peito sem machucar.
  • Colocar a criança para arrotar, em posição de pé, com a cabeça apoiada no seu ombro, dê leves tapas nas costas da criança até ela arrotar.
  • A criança maior pode ser colocada no seu colo, com o corpo levemente inclinado para frente e apoiada no seu braço.
  • Quando terminar a mamada, não lave e nem limpe o seio, deixe o seu leite secar no bico. Isso vai ajudar a evitar rachadura, e não feche imediatamente o sutiã, deixe o seio "respirar'' por alguns minutos.
  • Ponha a criança deitada de lado ou de bruços, pois esta posição evita que ela venha a se sufocar caso vomite um pouco de leite.
IMPORTANTE SABER:
  • LAVAR AS MÃOS com água e sabão, antes de pegar o bebê.
  • Nos primeiros dias de vida o bebê perde peso.
  • Você pode sentir cólica e o sangramento vaginal pode aumentar durante a mamada, nos primeiros dias depois do parto. Não se assuste, isso é sinal que seu útero está voltando ao tamanho normal.
  • Você deve beber , no minímo, dois litros de líquidos (sucos, água, chá, leite,etc...) por dia.
  • "TODA MÃE É CAPAZ DE PRODUZIR LEITE".
  • "NÃO EXISTE LEITE FRACO".
  • Quanto mais a criança sugar, mais leite você terá.
  • Caso você sinta suas mamas:
    • cheias e dolorosas: isso é por causa da descida do leite, você deve dar de mamar para o bebê, caso não alivie, faça a expressão manual para retirar um pouco de leite.
    • inchadas e dolorosas: você pode usar diferentes posições para amamentar o bebê, para a retirada do leite das várias partes da mama. Pode ficar sentada ao invés de deitada; para mudar a posição da criança, pode colocá-la debaixo do braço. Mantenha a criança mamando no lado inchado. Faça massagem no local inchado em direção ao mamilo para ajudar a esvaziar aquela parte da mama. Use roupas largas. Caso isso não melhore num prazo de dois dias procure seu médico ou um posto de saúde, mas não pare de amamentar.
  • Caso você sinta seus mamilos :
    • dolorosos: pode ser porque a criança não está pegando direto o mamilo. Nas primeiras mamadas pode ter uma dor fraca. A criança deve abocanhar o bico e boa parte da aréola para ter uma boa pegada e não machucar o bico. Não usar creme, pomada ou outra medicação no bico. Evitar interroper a mamada. Se a dor continuar por mais de uma semana, verificar se o bico não está com pontos brancos e se a boca da criança não está com os mesmos pontos brancos. Procure um médico ou um posto de saúde para receber as orientações adequadas.
    • rachados: isso ocorreu porque o bebê está mamando em má posição. Evitar usar qualquer tipo de sabonete, creme, pomadas, pois pode piorar a dor. Deve corrigir a posição de bebê e continuar amamentadodeve tomar banho de sol, depois da mamada deixar o bico tomar ar, passar um pouco de leite no bico do seio. Pode usar um pedaço de casca de mamão papaya, pois ajuda na cicatrização, pois ele contém papaína - uma substância cicatrizante.
ALIMENTAÇÃO DA MÃE DURANTE A AMAMENTAÇÃO
A sua alimentação é muito importante durante a amamentação.  Procure se alimentar muito bem.
Procure comer: frutas, verduras, legumes, leite, fibras em geral (pão integral, aveia, etc...), queijos (branco, de Minas, ricota);
  • Tomar bastante água, suco de frutas, de preferência, natural.
COMO FAZER A EXPRESSÃO MANUAL DE LEITE
A expressão manual do leite é o método mais útil e prático para esvaziar a mama, pois não precisa de intrumentos para a sua realização. Você mesma pode fazer, em qualquer hora e local.
O que você vai precisar para fazer a expressão manual:
    • 1 xícara, copo, caneca ou jarra de boca bem larga, muito limpo e fervido em água quente;
    • suas mãos.
Para a retirada do leite:
  1. Lave as mãos com cuidado com água e sabão.
  2. Coloque-se numa posição confortável e segure a xícara próxima à mama.
  3. Coloque o polegar na aréola acima do bico e o indicador, por baixo do bico, em posição de pinça.
  1. Pressione o polegar e o indicador contra a parede do tórax.
  2. Em seguida aproxime o polegar e o indicador, ao mesmo tempo em que os afasta da parede do tórax. É preciso apertar por trás do mamilo para pressionar os seios lactíferos abaixo da aréola.
  1. Pressione e solte, pressione e solte. Isto não deve doer, se doer a técnica está errada. No começo, é possível que o leite não desça, mas, depois de pressionar algumas vezes, o leite começa a pingar.
  2. Pressione a aréola da mesma forma também dos lados para que o leite seja retirado de todos os locais da mama.
  1. Não escorregue seus dedos sobre a pele. Não esprema apenas o bico. Pressionar ou puxar o bico não tira o leite. Acontece a mesma coisa quando a criança suga somente o bico.
  2. Retire o leite de uma mama pelo menos durante 3-5 minutos até que a descida do leite diminua; a seguir repita do outro lado. Repita nos dois lados novamente. Use a mão esquerda para a mama esquerda e a mão direita para mama direita.
  3. A retirada adequada do leite demora aproximadamente 20-30 minutos, principalmente nos primeiros dias em que a produção é pequena. É importante não tentar retirar leite em intervalos muito curtos.
PARA SABER MAIS VEJA TAMBÉM:
Baby Site - Dicas sobre gravidez, parto, amamentação, cuidados com o bebê, preparativos para sua chegada. Ótimos artigos e reportagens, dicas de leitura e outras sites interessantes.
Ibfanrio - Apoio e incentivo à amamentação com melhor forma de proteção à saúde da criança.
Amamentar é um ato Ecólogico!- Site da Semana Mundial da Amamentação, produzida pelo WABA Brasil.
Amamentação -O Melhor Começo da Vida - Página do Grupo Origem, ONG que trabalha na promoção, apoio e defesa do aleitamento materno.
Mariana Passanezi - Sites sobre bebês, amamentação, gravidez e outros.
Para pesquisar na Internet:
Cadê? / Alta Vista / Yahoo! / Lycos

 LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E AMAMENTAÇÃO 
1)CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA - 1988
DOS DIREITOS SOCIAIS
CAPÍTULO II, ARTIGO VII
PARÁGRAFO XVII- LICENÇA GESTANTE :
    O período da licença maternidade é de 120 dias, sem prejuízo do emprego ou de salário. Tendo direito a salário integral.
PARÁGRAFO XIX- LICENÇA PATERNIDADE
    O pai tem direito a 5 dias de licença após o nascimento da criança, para dar assistência a ela e sua mãe, recebendo salário integral
SEÇÃO IV,ARTIGO 309
PARAGRÁFO IV, INCISO 10
    Direito à licença para hora de amamentação: toda a empresa, em que trabalhe pelo menos 30 mulheres com mais de 16 anos,é obrigada a ter um local apropriado aonde seja permitido às empregadas guardar sob vigilância seus filhos no período de amamentação. Esta exigência poderá ser atendida através de berçários ou creches da própria empresa ou por meio de convênio com outras entidades públicas ou privadas, ou em regime comunitário pela própria empresa, ou a cargo do SESI, do SESC,da LBA, ou entidade sindical.
SEÇÃO V, ARTIGO 392
PROTEÇÃO À MATERNIDADE
    É proibido o trabalho da mulher no período de 4 semanas antes do parto e 8 semanas após o mesmo
PARAGRÁFO PRIMEIRO
    Para os fins previstos neste artigo, o ínicio do afastamento da empregada do seu trabalho será determinado por atestado médico, nos termos do artigo 375, o qual deverá ser visado pela empresa.
PARAGRÁFO SEGUNDO
    Em casos excepcionais os períodos de repouso antes e depois do parto poderão ser aumentados de mais 2 semanas cada um, mediante atestado médico na forma do parágrafo primeiro.
PARAGRÁFO TERCEIRO
    Em caso de parto antecipado, a mulher terá sempre direito às 12 semanas previstas neste artigo (licença gestante de 120 dias pela Constituição Federal de 1988 art 7 XVII).
PARAGRÁFO QUARTO
    Em caso excepcionais, mediante atestado, na forma do paragráfo primeiro é permido à mulher grávida mudar de função.
ARTIGO 393
    Durante o período a que se refere o artigo 392 a mulher terá direito a seu salário integral e, quando variável, calculado de acordo com a média dos seus últimos seis meses de trabalho, bem como aos direitos e vantagens adquiridos, sendo-lhe ainda facultativo exercer a função que anteriormente ocupava.
ARTIGO 394
    Mediante atestado médico, à mulher grávida é facultativo romper o compromisso de qualquer contrato de trabalho, desde que seja prejudical à gestação.
ARTIGO 396
    Para amamentar o próprio filho até que ele complete 6 meses de idade, à mulher terá direito, durante a jornada de trabalho, a dois descansos especiais de meia hora cada um.
PARAGRÁFO ÚNICO:
    Quando o exigir a saúde do filho, o período de 6 meses poderá ser aumentado, à critério da autoridade competente
ARTIGO 400
    Os locais destinados à guarda dos filhos das operárias, durante o período da amamentação, deverão possuir, no minímo, um berçário, uma saleta de amamentação, uma cozinha dietética e uma instalação sanitária. As creches à disposição das empresas mediante convênio deverão estar próximas do local de trabalho.
Existem ainda várias leis que são de interesse à mulher, gestante ou não, amamentando ou não. Deve-se estar a par delas para poder lutar pelos seus direitos. Para conhecê-las, deve-se ler os seguintes guias:
  • CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE 1988.
  • CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS TRABALHISTAS (CLT), SEÇÃO III- PROTEÇÃO DO TRABALHO DA MULHER.



*Bolsista de Iniciação Científica da FAPESP

**Profa. Assistente do Depto. de Enfermagem da FCM - UNICAMP

Fonte:http://www.hospvirt.org.br/enfermagem/port/amament2.htm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A TABELA MONTESSORI : DESCUBRA QUAIS TAREFAS QUE SEU FILHO PODE FAZER SOZINHO E EM QUE IDADE

A Tabela Montessori: descubra quais as tarefas que seu filho pode fazer sozinho e em que idade
Todos nós queremos que os nossos filhos se tornem adultos responsáveis e educados. No entanto,a maioria dos pais passa o dia a limpar a bagunça de suas crianças.Se elas não forem ensinadas desde muito cedo a ajudar nas tarefas, dificilmente o farão quando crescerem. Maria Montessori foi uma das grandes pedagogas do século XX. Ainda hoje muitos pais seguem suas ideias para educar com sucesso as crianças usando a lógica, o bom senso e a calma. Assim, os filhos conseguem desenvolver uma personalidade harmoniosa e equilibrada. Para conseguir isso, a escola Montessori criou uma tabela de tarefas de acordo com a idade de cada criança. A maioria são afazeres domésticos. O cumprimento destas tarefas irá ajudar os mais pequenos a desenvolver o seu pragmatismo, habilidades motoras e experiência sensorial, fazendo-os sentir úteis e importantes.
Fonte:http://blogsupermae.com/a-tabela-montessori-descubra-quai…

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA : COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO

O SEGREDO DA RESILIÊNCIA: COMO CRIANÇAS DE LARES DISFUNCIONAIS SE TORNAM ADULTOS DE SUCESSO
PORAna Carolina Leonardi Com mais de 60 anos de duração, estudo ainda ajuda a entender como seres humanos se adaptam a situações adversas. Praticamente toda a criança que nasceu na ilha de Kauai, no Havaí, no ano de 1955, já ouviu falar nas psicólogas Emmy Werner e Ruth Smith. As duas acompanharam quase 700 bebês para entender como a infância molda a vida adulta das pessoas. Mais de 60 anos depois, o estudo continua – e ainda dá pistas de como as crianças com infâncias de “alto risco” são capazes de se tornar adultos emocionalmente equilibrados e realizados Os bebês havaianos dos anos 50 foram divididos em dois grupos. Aqueles que estavam no primeiro tinham condições favoráveis de desenvolvimento, como uma família estruturada e amorosa e estabilidade financeira. No outro grupo, estavam as crianças de famílias muito pobres, cujas mães passaram por estresses perto da data do parto. Doenças na família,…

NUNCA TIVEMOS UMA GERAÇÃO TÃO TRISTE - AUGUSTO CURY

Nunca Tivemos Uma Geração Tão Triste - AUGUSTO CURY
Augusto Cury, o famoso psiquiatra que tem livros publicados em mais de 70 países e dá palestras para multidões no Brasil e lá fora, lançou recentemente uma versão para crianças e adolescentes  do seu best-seller Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século.

Excesso de estímulos “Estamos assistindo ao assassinato coletivo da infância das crianças e da juventude dos adolescentes no mundo todo. Nós alteramos o ritmo de construção dos pensamentos por meio do excesso de estímulos, sejam presentes a todo momento, seja acesso ilimitado a smartphones, redes sociais, jogos de videogame ou excesso de TV. Eles estão perdendo as habilidades sócio-emocionais mais importantes: se colocar no lugar do outro, pensar antes de agir, expor e não impor as ideias, aprender a arte de agradecer. É preciso ensiná-los a proteger a emoção para que fiquem livres de transtornos psíquicos. Eles necessitam  gerenciar os pensamentos para prevenir a ansiedade. Ter consciê…