Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

ALIMENTAÇÃO INFANTIL DE 2 A 6 ANOS

ALIMENTAÇÃO INFANTIL: 2 A 6 ANOS




Nessa fase, a criança começa a se interessar mais pelo ambiente que a cerca e é importante deixar que ela o explore. Deve-se intercalar a alimentação entre uma e outra atividade, acompanhando sempre o desenvolvimento da criança, para garantir que não esteja havendo nenhum prejuízo. É nessa fase que a criança está desenvolvendo seus sentidos e diversificando os sabores e, com isso, formando suas próprias preferências. Por isso, a qualidade nutricional da alimentação oferecida deve receber atenção especial, já que a criança está em pleno desenvolvimento, inclusive de sua capacidade cognitiva. Uma dieta balanceada desde a infância favorece boa saúde e ajuda a evitar a manifestação da obesidade, distúrbios alimentares e cáries dentárias. Na longa faixa de idade que vai do pré-escolar (2 a 6 anos) ao escolar (7 a 10 anos de idade), a alimentação da criança pode e deve adequar-se à alimentação dos adultos de sua casa.  Mas adequar a alimentação da criança à dos…

COMO ESTIMULAR A AUTO-ESTIMA DA CRIANÇA

Como Estimular a Auto-estima da Criança
Saiba como estimular a auto-estima do seu filho desde cedo
Quer um ser com mais autoestima neste mundo do que as crianças? Bom, geralmente é assim mesmo e deveria ser, pois as crianças são os indivíduos com mais potencial para autoestima elevada visto que ainda não internalizaram certas normas e regras implícitas ou explicitas da sociedade em que vivem. Mas, nem sempre é assim. É possível encontrar algumas crianças, mesmo em idades tenras, com problemas de autoestima. Para a criança de até 2 anos de idade, o mundo, e principalmente, os pais, existem apenas para a tarefa de suprir todas as necessidades dela. É simples assim. A partir de 2 anos, a criança vai percebendo que as coisas são mais complexas, que a mãe, por exemplo, tem outros afazeres ou outros filhos, que o pai sai todos o dia para trabalhar independente de sua vontade, que o mundo à sua volta possui regras e que, inclusive ela tem que seguir algumas normas e obedecer aos pais, tias, irm…

10 COISAS QUE NUNCA SE DEVE FALAR A UMA CRIANÇA

10 Coisas que Nunca se Deve Falar a uma Criança
Saiba o que você deve evitar falar perto ou para uma criança
Crianças são indivíduos em formação. O processo de desenvolvimento pode ser visto por nós, adultos, como algo simples, corriqueiro e que todas elas passam, mas a verdade não é bem assim. Da maneira delas, elas sofrem com este processo de aprendizagem. Passam por lutos, por escolhas que pra elas são complexas, e tudo isso, sem entender muito bem onde vai dar. Com um olhar mais inocente e sem tanta maldade em relação às coisas do mundo, como funcionam, o que acontece depois, as crianças vão vivendo, crescendo e aprendendo baseando-se nos adultos que estão à sua volta. Tamanha é a responsabilidade do adulto que está sempre por perto da criança, pois, ele deve mostrar comportamentos mais coerentes, sóbrios e inteligentes diante da realidade em que vivem. É claro que o que os adultos falam perto ou mesmo diretamente para a criança irá influenciar seu modo de pensar e agir num futuro não…

15 COISAS PARA FAZER ANTES QUE SEUS FILHOS CRESÇAM

15 coisas para fazer antes que os filhos cresçam


Na correria do dia a dia, nem sempre nos damos conta da passagem do tempo. Impressionante como eu olho para o calendário fixo à minha geladeira e me surpreendo com a rapidez com que as folhinhas dos meses são retiradas de lá. Sem aviso, as palavras que minha filha pronunciava com os adoráveis erros fonéticos dos primeiros anos de vida começaram a ser faladas com perfeição. As fraldas, que ocupavam um enorme espaço nas gavetas, se foram para não mais voltar. Onde está aquele bebezinho que morava em minha casa? Deu lugar à uma linda menininha, que a cada nova fase me apresenta novos desafios e alegrias. E, por incrível que pareça (porque dá um trabalho enorme cuidar de criança pequena!), sinto que sentirei saudades de muitas coisas que vivemos nos dias de hoje. Imagino que você tenha o mesmo sentimento. Por isso, acredito que vá se identificar com a lista das coisas que eu sugiro fazer antes que so filhos cresçam. Ao final, me conte como você…

5 MOTIVOS PARA LER PARA SEU FILHO

5 motivos para ler para seu filho
Não é preciso esperar que os pequenos cresçam para montar sua biblioteca e começar a ler. Na verdade, não é recomendável, inclusive. A Sociedade Brasileira de Pediatria já receita livros para crianças desde o nascimento, e alerta para uma porção de benefícios que a leitura traz nos primeiros anos de vida, sem contraindicações e livre de efeitos colaterais! (: Por Gabriella Reis | Leiturinha. A Leiturinha também acredita que a leitura deve ser estimulada desde cedo e que esse hábito em família é a melhor forma de estímulo. Por isso reservamos 5 grandes motivos para que pais e mães leiam mais para seus filhos. Confira: #1 Ler aumenta o vínculo entre pais e filhos. O simples ato de ler em voz alta já é tranquilizante e atua no desenvolvimento cerebral, ajudando os mais bebezinhos a identificar a voz e tê-la como porto seguro. Um estudo canadense reuniu 116 famílias em situações estressantes e comprovou que ler para as crianças tem efeito tranquilizador e traz…

PAI CONSTRÓI CADEIRA ESPECIAL PARA CONTAR HISTÓRIAS PARA OS FILHOS

Pai constrói cadeira especial para contar histórias para os três filhos
O momento de ler para os filhos no colo é sempre muito especial. São daqueles momentos que ficam pra sempre gravados na memória da infância de qualquer um, além de serem importantes para estimular o hábito da leitura. Mas e quando se tem três filhos? O professor de artesanato norte-americano Hal Taylor, passou por isso e aproveitou seus dons de artesão para criar uma solução muito criativa: uma cadeira de balanço com “braços” que comporta pais e filhos juntinhos para os momentos de leitura. “Eu tinha um problema porque, não tendo um colo grande o suficiente para três crianças, isso significava que Rachel, a mais velha, precisava ficar ao lado da cadeira enquanto eu contava as histórias. Eu não achava isso justo e pensei ‘bem, eu fabrico cadeiras de balanço, eu posso dar um jeito nisso!’ e dei!”, conta ele em seu site. Fonte:http://leiturinha.com.br/blog/pai-constroi-cadeira-especial-para-contar-historias-para-os-tres-…

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA CONSTITUIÇÃO PSÍQUICA

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA CONSTITUIÇÃO PSÍQUICA

Nair Macena de Oliveira “Fruto de enganos ou de amor,
nasço de minha própria contradição.
O contorno da boca,
a forma da mão, o jeito de andar
(sonhos e temores incluídos)
virão desses que me formaram.
Mas o que eu traçar no espelho
há de se armar também
segundo o meu desejo.” (Lya Luft)


Um dos significados da palavra brincar é recrear, que me levou a aproximação com outra palavra, recriar, que significa criar novamente, tornar-se a criar. Podemos dizer que a criança está sempre em processo de criação e recriação e, através do brincar ela se recria, o brincar é estruturante do psíquico. Portanto, constatamos a importância do trabalho da recreação, principalmente num hospital pediátrico, momento no qual a criança ao ser internada é arrancada de seu ambiente familiar e dos vínculos sociais: escola, vizinhos, amigos, etc, tendo que permanecer num leito de hospital submetida a procedimentos dolorosos, jogada numa posição passiva, na ameaça de …

CARBROIDRATO,GLÚTEN,SAL : ELES NÃO SÃO VILÕES

Carboidrato, glúten, sal: eles não são vilões Se a sua dieta é isenta de carboidrato, glúten ou lactose, é provável que seu filho queira seguir seus hábitos. Mas você sabe os riscos que essas restrições sem indicação médica podem trazer para o desenvolvimento dele? Por Naíma Saleh - atualizada em 18/10/2016 13h13
Nos últimos anos, o glúten, a lactose e as gorduras, em especial, parecem estar na berlinda. Dizem que são inflamatórios. Incham. Provocam estufamento. Atrapalham a perda de peso. Todo esse apelo fez com que muitas famílias cortassem ou reduzissem o consumo dentro de casa, trocando o pão pela tapioca, banindo massas e arroz ou deixando de lado leites e queijos. “Hoje, por conta de modismos, algumas pessoas fazem um verdadeiro terrorismo à mesa. Mas não há por que estabelecer restrições alimentares para crianças que não têm intolerância ou alergia”, explica a nutricionista Elaine Cristina Rocha de Pádua, autora do livro O que Tem no Prato do Seu Filho? (Ed. Alles Trade, R$ 45).
S…